ATENÇÃO!

Todos os textos aqui presentes são da minha autoria à excepção daqueles cuja FONTE é devidamente indicada.
Não copie sem indicar a devida fonte "Essência da Magia" ou o devido Link.

All rights reserved, please do not copy my writings except those whose source is present.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

SAMHAIN

 
SAMHAIN

O Renascimento do Ser depois da tempestade




Do céu vermelho da noite para a luz azul do próximo dia



Hemisfério Norte - 31 de Outubro
Hemisfério Sul - 1 de Maio


Halloween ou Samhain são celebrados no mesmo dia, embora tenham origens e simbologias diferentes, sendo o Samhain mais antigo. Halloween significa «All Honors» (todas as Honras) enquanto  Samhain (de origem Celta) significa «fim do Verão» ou «sem Sol». 

O Halloween teve origem através da religião católica, em 1840, quando emigrantes irlandeses fugiram do seu país por causa do período de fome que este atravessava e trouxeram consigo o Samhain que, rapidamente, os americanos adoptaram de "Halloween", já com um significado diferente.

O Samhain teve a sua origem através da religião pagã, à milhões de anos atrás, e simboliza a passagem de ano. O ano novo Celta



Este período possui uma influencia muito forte, simboliza o início de um ciclo novo e a morte do anterior.
Ocorre nos dias de Lua Cheia ou de Lua Nova, pois simboliza a passagem, a mudança e a junção do mundo físico com o mundo espíritual.

Durante este dia devemos rever e analisar tudo aquilo que apenas faz parte do nosso passado e não se deve misturar mais com aquilo que ainda tem que ser realizado.
Pois para dar lugar ao novo, terá que morrer o antigo, e é na passagem do dia 31 para 1 de Outubro que deixamos para trás tudo aquilo que nos "pesa" e não é útil.

Daí este dia parecer sombrio, pois estamos a rever todo o sofrimento que nos impede de evoluir (toda a angústia, a raiva, o rancor, os sentimentos negativos comuns, etc.), para dar lugar ao próximo dia - depois da tempestade.
Também devemos honrar os nossos ancestrais, aqueles que já partiram.



O objectivo é ultrapassar e deixar para trás tudo aquilo que nos desiquilibrava, melhorar a nossa personalidade, limpar o nosso corpo e deixar aberto o nosso caminho para novas oportunidades e sentimentos.
É a mesma atitude que devemos ter quando ocorre um Eclipse.





 Significados



Na Stregheria (bruxaria italiana), por exemplo, a celebração é conhecida como “La Festa dell’ Ombra”. É o dia em que a Deusa desce ao Submundo e busca pelos mistérios da Morte. Lá a Deusa encontra com o Deus das Sombras e do Submundo. Os dois realizam uma união mágica e sagrada para dividir seus mistérios.

De acordo com as tradições pagãs, o Samhain é uma data em que o véu entre o nosso mundo e o mundo dos espíritos se torna mais ténue. Os mortos voltam ao mundo dos vivos e ficam por aqui até a noite de dois de Novembro.

Na religião Celta realiza-se o festival para simbolizar a morte e a alegria pela certeza do renascimento: - O Deus morreu, e a Deusa, trazendo no ventre o seu amado, recolhe-se ao Mundo das Sombras para espera o seu renascimento. Comemora-se a ligação com os antepassados, com aqueles que já partiram e que um dia, com a natureza, renascerão. 


Na tradição Cristã, essa data foi adaptada e transformou-se no Halloween e no dia de todos os Santos (dia seguinte). É costume celebrar este festival com favas, massas e vinhos. E as crianças vão de porta em porta a pedir "pão por Deus", ou seja, dinheiro ou comida.  
Alguns costumam decorar suas casas com figuras bizarras, para assustar os maus espíritos.

No Judaísmo é o dia correspondente ao fim do ano.




Mas por norma, é neste período que nos encontramos mais ligados áqueles que já não se encontram no mundo físico.



É a melhor altura para honrá-los e procurar em cada um as respostas para muitas das nossas perguntas. 



"O poder de magia pode ser sentido no ar, nessa noite.
O Outro Mundo conjuga-se com o nosso conforme a luz do Sol baixa e o crepúsculo chega.
Os espíritos daqueles que já partiram para o outro plano são mais acessíveis durante a noite de Samhain."




PARA O FESTIVAL (O SABBATH)





A celebração típica do Samhain consiste na mudança já falada anteriormente, em honrar aqueles que já partiram e no convívio com os outros.
Nesta celebração é normal acender uma fogueira para dançar e praticar rituais à sua volta.
Partilhar a comida caseira e tradicional uns com os outros - a partir de receitas ancestrais.
Partilhar experiências e praticar alguns rituais celtas ou xamânicos, fazer meditação, tarot, trabalhar com cristias e principalmente, com a lua, etc.

Lista de correspondências do Samhain:

*Incensos: maçã, heliotropo, menta, noz-moscada e sálvia.
*Cores das velas: preta, laranja.
*Pedras preciosas sagradas: todas as pedras negras, especialmente azeviche, obsidiana e ônix.
*Ervas ritualísticas tradicionais: bolotas, giesta, maçãs beladona, dictamo, fetos, linho, fumária, urze, verbasco, folhas do carvalho, abóboras, sálvia e palha.



Não é por acaso que algumas pessoas se sentem atraídas pelo Samhain, pois ele foi praticado durante muitas décadas, e ainda o é, principalmente pelos pagãos.
Aquele sentimento que só algumas pessoas têm em relação a este tema ocorre porque as mesmas já o vivenciaram nas suas vidas anteriores e por isso, já se sentem ligados, connectados e enraizados com ele, e com uma vontade enorme de se reconnectarem com o resto.

A mesma resposta se dirige áqueles que possuem o mesmo sentimento por outras estações do ano.





A HISTÓRIA

A Ultima Colheita






Foi no século XIX que se popularizou a famosa crença que liga o Samhain ao culto dos mortos. Quando se acreditava que aqueles que faleceram voltavam da outra dimensão para procurar a sua família, caminhando assim pelo mundo dos vivos.
O nevoeiro típico desta estação tornava as pessoas invisíveis e assim, a fronteira entre dos dois mundos desaparecia misturando-os (através dos chamados Portões das Sidhe).

Acredita-se que a ligaçõa do halloween com os demónios foi idealização Cristianismo tão fundamentalista que se vivia na Idade Média.

Na verdade, ele começou muito antes da Idade Média e era a celebração do fim do ano Celta.
Os celtas não acreditavam em demónios mas sim em entidades mágicas e no mundo espiritual assim como o poder do cosmos. Mais tarde, foram julgados pelas suas praticas tradicionais e considerados Bruxos e Bruxas, daí dizer-se que o Halloween é o "Dia das Bruxas" e ser celebrando seguindo a mesma ideia.

Actualmente, todos se mascaram para representar as crenças dos Celtas - a magia, as fadas, os elfos, os espíritos... - procurando assumir uma personagem diferente por apenas uma noite e, ao mesmo tempo, afirmar as suas crenças e desenvolver a criatividade e originalidade.



Posted by: Aril Aislin

2 comentários:

  1. nice, como sempre info super completa

    nuno PUMPKIN

    ResponderEliminar
  2. Olá querida!
    só agora te pude responder acerca do teu comentário no meu blog http://things-about.blogspot.com/2011/10/concerto-within-temptation-coliseu-do.html?showComment=1320159141003#c7585277713538112133 ,
    o post sobre os Within Temptation! ;)
    Antes de mais obrigada pela visita, tive muito gosto em receber-te!
    Depois, adorei o teu blog, e vou seguir, achei-o super informativo! e aborda temas que me são atractivos! ;)

    Quanto aos WT, bom, sou super fã deles, apesar de n gostar do ultimo álbum! :p loool
    e o concerto deles foi realmente mágico! amei!!!

    beijinho

    ResponderEliminar

Seguidores