ATENÇÃO!

Todos os textos aqui presentes são da minha autoria à excepção daqueles cuja FONTE é devidamente indicada.
Não copie sem indicar a devida fonte "Essência da Magia" ou o devido Link.

All rights reserved, please do not copy my writings except those whose source is present.

domingo, 22 de maio de 2011

Vampiros e Energias

O nosso SER


Posted by: Aril Aislin

O nosso ser mortal não é idêntico ao ser imortal, ou seja, ao nosso espírito. Nós somos todos diferentes enquanto seres mas com as mesmas oportunidades e direitos e constantemente influenciados pelo carma das vidas passadas.





«Porque nele (no mundo) foram criadas todas as coisas, as que há nos céus e as que há na terra, visíveis e invisíveis; sejam tronos, sejam domínios, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por meio dele e para ele» (Col. 1: 16).


Também é importante saber que, para além do nosso ser invisível, tambem podemos nascer com certos "dons" que provêem da nossa evolução na nossa vida anterior.


Por exemplo, se aprendemos o que tinhamos a aprender na vida anterior, evoluímos com mais sabedoria e mais preparados para obter determinada qualidade para um próximo teste. Assim como também existem "dons negros" quem provêem de más acções ou ligações com a magia negra, feitas e realizadas nessa vida anterior.
Ou seja, as pessoas podem progredir na luz, ou na escuridão.




Assim surgem os seres de luz, os médiuns, os índigo e as fadas espirituais que vieram à terra com determinadas missões consoante os diferentes dons e qualidades que lhes são dados a cada um.


Assim também surgem seres de escuridão, demónios ou vampiros, podendo ser no corpo mortal iguais a qualquer outra pessoa, seja ela muito ou pouco evoluída espiritualmente.




 ENERGIAS



A energia é como o oxigénio que respiramos todos os dias.


Existem energias boas e más no Universo para o equilibrar, tal como oxigénio e dioxido de carbono.
Assim como há energias à nossa volta também há as energias que nós mesmos originamos através de bons ou maus sentimentos.
Tudo o que seja stress, angustia, pensamentos negativos ou de maldade... originam más energias que ao serem absorvidas durante algum tempo por uma pessoa, e mais tarde libertados, podem causar choques de energia que se verificam físicamente como:
  • Uma lâmpada a fundir-se à nossa passagem
  • Objectos a caírem sem motivo aparente
  • Vidro a partir-se, tambem sem motivo
  • Animais a reagirem mal com a nossa presença
Tudo isso surge como efeito das nossas más energias que podemos originar no nosso espírito ou absorver exteriormente.
Comparando as más energias ao CO2, visualizamos que, uma pessoa apenas com CO2 acaba por morrer asfixiada... O mesmo acontece com o excesso de más energias, acabando por levar mesmo a pessoa à morte.


São chamados de "ASPIRADORES" aqueles que, desde que nasceram, sentem essas energias negativas juntamente com os sentimentos negativos de cada pessoa conseguindo-os absorver directamente das outras pessoas ao mínimo contacto com elas.
Essas pessoas tornam-se sensíveis ao stress, à multidão, ao mau olhado, ao mau humor de alguém e a sítios de ambientes pesados, exactamente por conseguir sentir o mesmo que as outras pessoas.

Nao há própriamente uma "cura" para isso, pois vem mesmo da pessoa como um "dom" desta vida, podendo não ser o mesmo na próxima. O mais prático e eficaz a fazer é tomar banho com sal marinho sempre que se sinta carregado por essas energias, limpando o corpo e o espírito purificando-o.








 VAMPIROS


Assim como há os Aspiradores, também há "Sugadores".
Tal como o nome indica, sugam energia. Mas ao contrário de um Aspirador essas pessoas não sugam energia má, mas sim boa, alimentando-se dela, acabando por o sugado perder energia e o sugador ganhá-la durante algum tempo até sentir novamente a falta.
A essas pessoas são chamadas de "VAMPIROS DE ENERGIA", e podem ser qualquer pessoa, até mesmo tu.

Tal como os Aspiradores, os Vampiros não têm consciência que o fazem, e são pessoas normais que obtiveram más escolhas nas suas vidas passadas praticando o mal e alimentando-se do desespero e amargura dos outros. Vida essa que, até certo ponto, já não se recordam de a ter vivido e por isso não percebem o que fazem, não podendo evitar.

A consequência carmática das suas acções nas existências anteriores não é sugar a energia, mas sim a incapacidade de absorver a boa energia do mundo.
É como se a pessoa não soubesse respirar sem a ajuda de uma bomba que, neste caso, seria a pessoa sugada.

Esse bloqueio leva o vampiro a ter que sugar a nossa energia, sendo nós a sua fonte energética - porque fácilmente absorvemos a energia cósmica, telúrica, etc.

Geralmente são pessoas que não se sentem bem perto de símbolos religiosos e que não conseguem entrar em igrejas, exactamente pelo facto de terem escolhido o caminho contrário nas suas outras existências.

O suposto "mito" do vampiro que bebe sangue não é completamente falso, pois existem mesmo pessoas que bebem sangue fresco para absorver energia.
Assim como o "mito" de se regenerarem, não envelhecendo, também não é falso, pois quando o corpo se encontra em grandes quantidades de energia positiva impede que a matéria se degrede.

O facto dos dentes salientes e a fotofobia também se explicam enquanto doenças do corpo física.




Um vampiro pode sempre redimir-se e "salvar-se" para que na próxima vida não tenha que passar pelo mesmo.
Caso não faça nada nesta vida, irá sempre ser Vampiro.


Há sempre aquela Simbologia de um Vampiro ser um ser solitário. Isso deve-se exactamente por sugar, inconscientemente, a energia de quem se aproxima. 
  • Quem diáriamente conviva com um vampiro irá sentir-se sempre cansado, amargurado ou stressado;
  • Quem mantiver uma amizade muito forte com um vampiro irá sofrer de depressão;
  • Os mais frágeis e de menor auto-estima serão as suas primeiras vítimas;
Nenhum vampiro consegue ficar muito tempo sozinho, pois precisa da energia que os outros originam e que ele não consegue criar em si. Por isso, uns criam na vítima para mais tarde a sugarem por completo, e outros limitam-se apenas a sugar.





Como é que eles CAÇAM a vítima?


Aqui estão algumas personalidades de vampiros que podemos fácilmente encontrar:

Vampiro Crítico: É aquele que crítica tudo e todos de forma Negativa e Destrutiva e vê a vida somente pelo lado sombrio. A maldade tende a criar na vítima um estado de alma escuro e pesado e abrirá o seu sistema para que a energia seja sugada, sendo as críticas a sua arma. Nunca concorde com ele nem participe no "grupo da filosofia negra da vida", onde o único objectivo é ficar deprimido.

Vampiro lisongeador: Ele alimenta o ego da vítima, cobrindo-a de elogios falsos, ganhando a sua confiança. Quando nos sentimos bem e orgulhosos de nós mesmos possuímos mais energia. Energia essa que é originada por este vampiro que espera pela hora certa até a sugar.

Vampiro Reclamador: Opõe-se a tudo, exige, reivindica, reclama e protesta sem parar muitas vezes até sem argumentos sólidos para justificar. Ganhando assim a imagem de pessoa sábia e muito adulta para ganhar a confiança da vítima.

Vampiro Questionador:  Perturba o equilíbrio mental e o seu fluxo normal de pensamentos a partir de inúmeras perguntas sobre a vítima questionando-a sempre mais.
Para sair de suas garras, não ocupe sua mente à procura de respostas. Para bloquear o seu ataque, reaja fazendo-lhe uma pergunta pessoal e procure se afastar assim que possível.

Vampiro Emocional : São actores profissionais que se lamentam e choram para obter a atenção da vida apelando ao seu lado mais sensível ganhando assim a sua confiança. Insiste em ser sempre a vítima de tudo o que lhe acontece para despertar a pena e o lado afectivo da vítima para sugar a sua energia. Só há um jeito de tratar com este tipo de vampiro, é cortando suas asas.

Vampiro Sedutor: Serve-se da sexualidade e da sedução para tornar a vítima vulnerável e assim, estar sempre com ela para fazê-la sentir-se bem e amada acabando por sugá-la aos poucos. Alguns deles causam náuseas e constrangimento na vítima, sendo essa a altura que eles usam para sugar.

Vampiro Hipocondríaco: Todos os dias queixa-se de uma nova doença, exagerando sempre nos sintomas e nos remédios, chamando assim a atenção da vitima despertando-lhe a preocupação e o cuidado enquanto ele lhe suga a energia.

Vampiro Provocador: Aproveita-se de vítimas que fácilmente se chateiam e entram em conflito. Este vampiro vai originar constantemente discussões entre grupos e pessoas para torná-las vulneráveis e alimentar-se da raiva das mesmas. A melhor maneira de lidar com essa pessoa é manter-se sempre calma.

Lembre-se, você mesmo pode ser, inconscientemente, um destes tipos de vampiros de energias.


Se for um Vampiro, lembre-se que tudo se trata de uma evolução espiritual. O vampirismo tem origem psicológica e espiritual com sintomas físicos e comportamentais, por isso a melhor forma de o eliminar é encontrar o equilíbrio energético que precisa sem que tenha de sugar a energia dos outros, e claro, viver bem e sentir-se bem consigo próprio e com os outros ao mesmo tempo que procure a fé necessário para se re-ligar, ou, reconnectar com "a luz".

Se for vítima, penso que a única forma de se proteger, para além do uso de símbolos de protecção (como cruzes ou pentagramas), será com banhos de água de sal grosso (para a purificação do corpo), mas principalmente, com o máximo afastamento possível...
Caso seja impossível esse afastamento, torna-se necessário a renovação das energias que foram sugadas, isso pode fazer-se com reiki, meditação, yoga, rituais, etc...








Espero ter conseguido ajudar.

5 comentários:

  1. Bem se fosse um Vampiro, acho que seria o sedutor.
    AHAHAH, estou a brincar.
    Gosto muito do texto que públicás te sobre os Vampiros, estás a ficár boa nisto.
    Teu blog cada vez está a ficar mais evoluir.
    Parabéns pelo bom trabalho xDDD

    ResponderEliminar
  2. Obrigado do fundo do coração pois este blog ensinou-me muito á cerca de quem nos consome a alma e a energia, e a reconhecer os sintomas da sua sucção só não sei como se deve bloquiar esses vampiros.

    ResponderEliminar
  3. A resposta à sua pergunta está já actualizada no próprio texto, nos ultimos dois parágrafos. :)
    No fundo, n se consegue fazer grande coisa, baseia-se tudo em amuletos de protecção ou em banhos de água e sal para a purificação... mas podem nem sempre fazer efeito.
    O melhor mesmo, é afastarmo-nos deles ou "ensiná-los" a absorver a energia do cosmos em vez de directamente das outras pessoas.
    Eu acredito que seja possível, mas não tenho nenhuma prova para que o possa assegurar de que realmente é possível "curar", mas a verdade é que, com fé, tudo é possível...

    Obrigada por visitar a Essencia da Magia
    Aril Aislin

    ResponderEliminar
  4. bom eu seria mais um aspirador,pois quando trabalhava podia chegar bem da vida com toda a energia renovada mas bastava estar com alguém que tava com sono ,cansada ou ate mesmo irritada que pronto passava tudo pra mim,pra falar a verdade ainda sou assim gostaria de saber o porque disso,parece que sou um ima para isso.kkkkk

    ResponderEliminar

Seguidores