ATENÇÃO!

Todos os textos aqui presentes são da minha autoria à excepção daqueles cuja FONTE é devidamente indicada.
Não copie sem indicar a devida fonte "Essência da Magia" ou o devido Link.

All rights reserved, please do not copy my writings except those whose source is present.

terça-feira, 17 de maio de 2011

O Xamanismo e a Wicca

As Semelhanças




O xamanismo e a wicca são tão diferentes como o cristianismo e qualquer outra religião cristã, com os mesmos objectivos e as mesmas doutrinas, e uma mais velha que a outra (o xamanismo mais velho que a wicca). Elas relacionam-se como se fizessem parte do mesmo curso de faculdade, dadas com as mesmas cadeiras específicas mas diferentes cadeiras opcionais.




Por exemplo, ambas estudam o campo espiritual e a natureza, tendo como disciplinas obrigatórias os rituais e trabalhos com ervas, contactos com tudo, os elementos, danças e movimentos corporais, etc... e disciplinas opcionais diferentes, sendo as da wicca umas e as dos xamãs outras que são acrescentadas e completam o curso.


Ambas têm como objectivo evoluir no poder e na sabedoria aprendendo a elevar a consciência e a relacionar-se com outras realidades e dimensões possibilitando a total integração dos seus corpos físico, mental, emocional e espiritual.
  • Reconectar o ser com sua sabedoria interior
  • Connectar com as forças do Universo
  • A observação da natureza e dos seus sinais (sol, lua, planetas, elementos, ciclos...) 
  • Conexão com a multidimensionalidade do ser humano.
  • Ancoragem do poder pessoal
  • Conexão com seres espirituais.
  • Limpeza dos corpos físico e sutbis
  • Limpeza e harmonização de ambientes
  • Harmonização plena do ser
  • Conscientização do aspecto espiritual de cada um e de sua inter relação com a natureza e com o planeta a que pertence
  • Activação das habilidades de coragem
  • Força e sabedoria para lidar com questões generalizadas
  • Curas e prevenção de distúrbios e doenças.
Acreditam que o poder e a cura está dentro de cada um. E filosofam sobre o mundo e o lugar de cada um de nós nele.


As Diferenças














Enquanto no xamanismo os povos, para obterem conhecimento divino, usavam a Filosofia, ingestão de alucinogénios, auto-flagelação, jejum, som de tambores, danças, dor, entre outros... a wicca substituíu-os pela meditação, concentração, visualisação, canções, danças, invocações e drama ritual.
A wicca descendeu do xamanismo, apenas foi alterada de modo a poder ser trabalhada e adequada ao mundo moderno. Mas ainda assim, muitos dos rituais wicca vieram do xamanismo, como as mudanças de consciencia e ligação com o divino.
Podendo ser assim declarada como religião Xamânica.





A Origem 




                              
Aparentemente a origem do xamanismo nada tem a ver com a wicca, pois um parece ter tido origem nos nativos americanos e a outra nos celtas.


Mas estamos enganados...
Graças ao estudo do escritor e pesquisador de mitologia celta, John Mathews descobrimos que o xamanismo realmente teve origem celta, no século VI  d.C.




"O xamanismo celta se perdeu por volta do século 6 d.C., provavelmente pelo advento do cristianismo, numa época em que tudo que era relacionado ao paganismo estava desaparecendo ou tendo que se esconder".


Matthews sustenta que, muitos dos primeiros exploradores cristãos eram xamãs, apesar de não se chamarem assim.
O xamanismo celta entrou então na clandestinidade, ressurgindo séculos mais tarde em práticas espirituais como o witchcraft, ou bruxaria.


"O xamanismo é a prática espiritual mais antiga. Numa certa época, era praticado no mundo inteiro" (...) "E quase todas as religiões têm elementos xamãnicos, ainda que estes não apareçam com freqüência".

O principal destes elementos que definem o xamanismo é a crença de que tudo é sagrado e divino.


"O xamã  torna-se um, com a natureza, com o planeta, e comunica com os espíritos dos animais e de todas as coisas que crescem".






Isto é a linha mestra de todo o xamanismo - seja ele norte americano, siberiano, brasileiro ou celta.
É o que ele chama de "core shamanism", as principais práticas que estão presentes no xamanismo de qualquer cultura.
E o centro do trabalho do xamã é a jornada. Os toques de tambor transportam o "viajante" a um transe onde ele encontra os animais de poder, guias e espíritos que o levarão ao que é preciso ver, descobrir ou curar. É uma jornada para dentro, mas não exclusivamente interior.


Matthews explica que acessamos um mundo espiritual que está fora de nós, ainda que o vejamos sob o filtro da nossa própria história.

"Com a jornada xamãnica, convidamos este mundo, que está fora de nós, para que entre". O que encontraremos nessa viagem depende da cultura de cada um, do contexto e da necessidade psicológica e espiritual.



1 comentário:

  1. Muito bom, sou praticante de xamanismo mas recentemente os espíritos me direcionaram à wicca, para conhecer. Sinto o amor e a seriedade que tens em relação à religião que segues, certamente usarei suas postagens como fonte de conhecimento. Obrigado, que o Grande Espírito Pai e Mãe de tudo e todos continue a guiar teus passos. Um grande abraço do Brasil.

    ResponderEliminar

Seguidores